A nossa verdadeira missão no mundo – Maiana Lena

14

agosto

A nossa verdadeira missão no mundo

Maiana Lena

A nossa verdadeira missão no mundo é resgatar o amor por nós mesmos. O amor-próprio é essencial para o caminho espiritual.  Isso significa cuidar de todos os aspectos do nosso ser e não abusar de qualquer forma. Atrair qualquer parte de nós submersa na sombra para a esfera iluminada de nossa consciência, para ser trabalhada, não armazenada, escondida ou reprimida se faz necessário nesse processo. Isso significa tratar cada situação, por mais terrível que seja como algo para servir com o melhor dentro de nós, incorporando a energia do amor por nós mesmo para derreter estas frações obscuras dentro de nós. Isso não significa que, se uma situação é desagradável, se faz necessário que permanecemos nela, mas apenas para estarmos plenamente consciente de nós mesmo para saber como erigir os limites necessários em um determinado momento ou agir de acordo, e não reagir à desarmonia.  Para isso ser compreendido é necessário trazer á sombra da nossa consciência o amor por nós mesmos. Quanto mais presentes estivermos, ou unidos / com o amor do momento, mais capazes seremos de agir a partir de uma profundidade maior.

Gradativamente estamos despertando a energia/luz do nosso dna através da energia do amor cristalizada dentro da nossa alma/mãe e limitada pelas frequências tridimensionais.  A energia do amor é a energia da consciência em manifestação. Todo potencial de cura e criação se encontra na energia do amor. Temos que reconhecer e reaprender que se torna a nossa única opção transcender para outro nível (frequência ou consciência) para que possamos participar da co-criação de uma nova e especial era manifestando o que somos em consciência superior.

O propósito geral das lições da vida é catalisar o nosso crescimento, aumentar a força da nossa alma. Para realizarmos este propósito é necessário que façamos uso das nossas emoções para alcançarmos esta frequência. O corpo emocional é um alicerce da terceira dimensão não mais necessário a partir da quinta dimensão. Mas o nosso grande desafio aqui nesta realidade é fazermos a conexão através das nossas emoções á nossa frequência de luz/amor. Sem as emoções dificilmente transcenderíamos os limites tridimensionais explorando novos caminhos, porque nossa motivação dependeria apenas dos velhos modos de ser e fazer.

O uso eficiente das emoções aumenta a força da alma e expande o conhecimento e, subsequentemente, nos coloca nas frequências do amor incondicional nada mais sendo necessário para nos reconhecermos como essência divina. Este aprendizado envolve na maioria das vezes um longo caminho dentro das ilusões tridimensionais alimentadas pelo medo e separatividade. Devemos estar dispostos a nos aventurar além dos parâmetros limitados e seguros nos quais vivemos nossas vidas por um longo tempo, caminhando para domínios ilimitados.

Quando nos desconectamos da nossa energia primordial que é o amor incondicional a nossa sensibilidade limitada nos impede de realizarmos o nosso potencial que é ascender na verdade de quem realmente nós somos.

Muitas vidas se perdem na falsa ilusão do que acreditamos ser a verdade.  De fato, todos nós temos o poder do livre-arbítrio e o sofrimento ou a felicidade que essas transformações podem realmente fazer dependem da nossa própria escolha na maneira como percebemos e agimos através delas.

 À medida que a nossa consciência espiritual continua a ascender, nós nos encontraremos compreendendo a conexão subjacente de tudo, até que finalmente perceberemos que os outros são realmente parte de nós mesmos, que somos uma parte deles, que todos somos um. Que cada um de nós é parte do outro mostrando as inúmeras faces da consciência que cada um desperta um no outro. A consciência é a base de todo ser.

Isto é realmente viver o Céu na Terra. E neste despertar de que somos além das ilusões do que fomos acreditados a ser, somos convidados a criar novos caminhos que nos identifiquem com o que habita dentro de nós, nos desligando gradativamente da  corrente incessante de negatividade que acompanha a tridimensionalidade do velho mundo e testemunhando e criando as frequências do novo mundo.

Lembrem-se de quem vocês são!

Luz, paz e amor,

Maiana Lena, consciência unificada na missão de servir á luz!

 

 

Maiana Lena

Eu Sou Maiana Lena e manifesto-me a partir dos raios de amor e sabedoria para, neste momento, saudar cada um e trazer-lhes as bênçãos de celebração, independência, iniciação e felicidades. Saudações, Amados.

Artigos Relacionados