20

outubro

A Colheita

Maiana Lena

O mundo material manifesto nesta realidade tridimensional é uma construção enganosa que nasce da consciência universal que permeia toda existência. Ele também possui código matemático, similares a programas de computador, integrados em sua própria estrutura. Toda essa estrutura está codificada dentro dos padrões tridimensionais de vários planetas que permeiam este Universo incluindo a Terra. A nossa jornada nos parâmetros dimensionais é de nossa total consciência e o grande desafio que escolhemos experienciar aqui é sairmos das programações da matriz e resgatarmos a nossa conexão com a Fonte. Todos nós carregamos a chave da desprogramação. Entrar na realidade tridimensional é esquecer-se de quem você e fazer parte do jogo da dualidade onde o positivo e o negativo, o mal e o bem, a luz e a escuridão passam a ser as frequências que passamos a vivenciar dentro da plataforma tridimensional que habitamos. Entretanto a matriz não tem permissão e nem potencial para apagar a nossa origem divina. O grande perigo aqui é nos deixarmos influenciar pelos padrões e manipulações do novo sistema  onde gradativamente o  medo nos mantém em um padrão de pensar que não somos bons o suficientes e não somos dignos de receber amor ou alegria. Toda matriz tem o poder que damos a ela. Seja nos vinculando ao que ela nos oferece e esquecendo-se da nossa real natureza e do objetivo que nos trouxe aqui seja alimentando-a através da dor, sofrimento, medo, culpa e ilusão das conquistas matérias que se prende a esta realidade.

Quando uma parcela da humanidade começa a ter a consciência do que verdadeiramente rege o mundo tridimensional a matrix começa a ser revelada e tudo o que a rege. Quando começamos a despertar para quem realmente somos é o momento em que o verdadeiro jogo começa. E como todo desperto trás luz a consciência isso insere também em todo ambiente em que ele compartilha e habita e gradativamente na consciência coletiva de todo o planeta. Todo planeta que participa do jogo tridimensional chega a este momento e a limpeza se faz então necessária. É isso que acontecendo neste momento com o planeta Terra e com todos os planetas enquadrados na frequência tridimensional deste universo.

Nosso verdadeiro eu está tentando chegar à superfície para nos mostrar que há muito mais do que apenas estar lá. Isso nos lembra que a resposta à paz interior não pode ser encontrada fora de nós mesmos. Por isso a mudança de consciência e a busca de si mesmo está sendo muito mais efetiva e aflorada nos últimos anos. A chave está dentro de nós. Sempre esteve. Gradativamente nem a matrix nem qualquer manipulação tridimensional tem força ou poder para nos desconectarmos da nossa verdadeira natureza que é divina e que permeia livremente por todo o Universo. E como natureza divina ela é livre. Ela é Luz.

Cada momento é o momento de pensar além das  frequências tridimensionais baseadas no medo e nas ilusões do nosso tempo e não reagir às emoções coletivas e destrutivas do mundo.

Acima de tudo o que sempre ocorre é uma guerra inevitável a nível espiritual. Isso ocorre porque a tridimensionalidade quer prender e manipular dominando a consciência coletiva da humanidade.   Somos todos parte deste conflito enquanto estivermos aqui.   Este conflito sutil e inconsciente em um primeiro momento existe dentro de todos e de cada um de nós.  É hora de abraçar a mãe Terra que está nos chamando para que retornemos a seus braços. É hora de voltar a Amar. De aceitar fielmente os ventos da mudança que está agitando a humanidade.  Estamos vivendo o auge deste jogo espiritual e ele está acontecendo em todo quadrante tridimensional.   Neste momento desafiador os altos e baixos estão em evidencia – mas é assim que funciona o crescimento da dualidade.

É assim que a mudança de paradigma funciona. Mas acima de tudo isso existe um propósito maior. Refletir a energia de quem somos e ter a coragem de ser e propagar a luz dentro de uma realidade tridimensional inserida em uma matriz holográfica.

Somos co-criadores, somos agentes da consciência coletiva e não devemos ser passivos em ação.   Existe o poder real no amor que geramos de dentro, bem como a forma como o expressamos.  Esta é a natureza de quem verdadeiramente somos e devemos conectar-se com ela e irradiar essa luz em todos os lugares. Co-crie a nova realidade agora! E lembre-se que a escuridão não vem apenas de dentro, ela vem de fora também.   Mais uma vez, isso é dualidade. Quanto mais iluminamos nossa escuridão interior, mais poderemos alquimizar as sombras impessoais e mais poderosamente podemos e devemos mudar o caos planetário. Isso deve ocorrer principalmente na reconstrução do ego, que, como conceito, não deve ser condenado porque ele é o veículo da matriz nesta realidade tridimensional. Precisamos dele para funcionar como consciência nesta realidade. Você deve aprender apenas a usá-lo para terminar sua missão aqui, mas não se esquecendo de quem você é. Quando você começar a ter esta compreensão o ego começa a se moldar através da sua real natureza. O divino é luz e a luz se propaga a qualquer natureza.

O ego simplesmente significa – o eu – que precisa ser emancipado do seu condicionamento tridimensional e reconduzido em uma nova frequência onde compartilhe com as verdades que existem dentro das estruturas, tanto materiais quanto espirituais. O ego precisa evoluir dentro da consciência divina porque ela é a origem de tudo o que existe. É por isso que nosso objetivo deve ser restabelecê-lo e depois reconstruí-lo, em vez de rejeitá-lo. Caso contrário, só vamos adicionar mais força ao condicionamento tridimensional alimentando e tornando mais forte a matrix em que estamos engajados.

Para sair desses padrões tridimensionais, temos que aprender a amar a nós mesmos. Deixar o padrão do medo e aprender a crescer em um mundo de amor é o que temos de fazer. Foi quando os devidamente “escolhidos” vieram lembrar a toda a humanidade de quem realmente somos que o planeta começou a se desvincular e hoje se encontra a mercê de como vamos conduzi-lo a partir de então se nas bases do medo ou nas bases do amor.

Ao fazer isso, teremos acesso a um novo eu. Ao nosso eu verdadeiro. Esse é o nosso ser original, o qual nos desvinculamos e esquecemos ao entrar nesta realidade tridimensional. Aquele que sabe exatamente quem é como consciência divina participando de uma experiência tridimensional. Aquele que sabe o que é amor e é capaz de dar e receber amor com todos e cada um ao redor.

O que nos rege não é o amor que nos vincula a necessidade do outro para nos sentir bem. O que nos rege é o amor incondicional. Um sentimento de alegria e contentamento que é possível experimentar simplesmente por estar vivo. Nestes raros momentos, o tempo não tem mais significado porque já não somos. Apenas interagimos como parte da consciência universal em um sentido de unidade com tudo e todos a nossa volta. Tudo começa com o amor próprio.

Enquanto não amarmos a nós mesmos e não sintamos que somos bons o suficiente, permaneceremos em um lugar de medo e seremos manipulados. Não poderemos compartilhar nosso amor livremente e sem condições, mas dependeremos do amor dos outros e consequentemente perderemos o nosso poder. Dando o nosso poder a outro nos vinculamos a matrix tridimensional que vive das frequências dos seres que aqui entram para experienciar esta realidade e que se prendem por inúmeras vidas ao ciclo da reencarnação. A inconsciência trás a reencarnação. A consciência nos acorda e nos liberta dos domínios tridimensionais.

Uma queda do véu, uma recuperação da memória, histórica e espiritual, tudo está sendo gradativamente sendo exposto neste ciclo encontrando seu ápice em especial no ano de 2018. A diminuição dos mecanismos do controle e a forma dos membros da negatividade atuarem começam a se evidenciar. Uma exposição progressiva desses mecanismos negativos está se mostrando visíveis. Informações estão sendo trazidas a consciência da humanidade. Tudo será gradualmente exposto e totalmente visível. Tudo isso terminará com a decodificação desses elementos que representam o polo negativo neste jogo, a nova vibração que está fluindo lentamente na Terra os forçará a se mover e outros serão destruídos ou transformados.  Os que mantêm a matrix  estão tentando por todos os meios, atrasar o inevitável, eles sabem e temem, que o fim da escravidão e submissão, está próximo.

Não devemos ter medo deles. Eles já perderam o controle e não podem fazer nada para mudar algo que é claramente inevitável. Só devemos nos manter atentos porque ao saírem eles farão muito ruído, incutindo medo ao planeta e usando todos os meios de manipulação que até o momento serviram para manter toda a humanidade em exílio. Dentro deste período de 9 anos entre 2016 e 2025, vamos ver a limpeza planetária tomando forma onde teremos a oportunidade de ver como os elementos negativos e de controle que influenciaram nosso livre arbítrio irão desaparecer.

Teremos diante de nós a oportunidade de demonstrar que somos capazes de co-criarmos uma nova civilização, uma oportunidade ímpar para melhorar o serviço aos outros dentro das bases do amor incondicional, elevar a consciência humana aos níveis necessários para que se reconectem com sua real natureza, provocar a nossa transcendência cósmica cumprindo a nossa missão nos parâmetros tridimensionais. Para atingirmos este nível de iniciação devemos passar por um processo de purificação, no qual examinaremos cada uma de nossas crenças e de nossos egos desenvolvidos em realidades tridimensionais enquanto aqui estivemos e o aprendizado que aqui colhemos nos dando agora a oportunidade de co-criarmos a nossa nova realidade.

O novo mundo trará mudanças renovadoras. O dinheiro não será mais um elemento para escravizar, mas uma ferramenta de troca. O corpo físico mudará sua constituição se agregando ao corpo de luz e não criará mais doenças assumindo uma forma jovem e luminosa. Os elementos de controle sumirão. A paz voltará a reinar na terra. Começaremos a lembrar, de quem somos e o que éramos e estaremos perfeitamente conscientes do papel que desempenharemos descartando o medo e as crenças. Teremos novas responsabilidades dentro do que assumimos antes de passarmos por esta iniciação. Devemos neste momento nos desapegar de todas as crenças antigas e criar uma nova realidade na qual os elementos negativos não possam se adaptar. Necessário também desviar a nossa atenção dos eventos terrenos que começam a se evidenciar no plano para evitar cair em medo, indignação e frustração. Tudo o que não fizer parte deste novo mundo será destruído/transformado. Em 2025 passaremos ainda por uma nova limpeza. Você fará parte do mundo que mais alimentar. Se cairmos nas frequências do medo seremos atraídos novamente pelas frequências da matriz dimensional onde passaremos então a habitar um novo planeta a quem vamos continuar a alimentar e servir. Os seres que não estão preparados para este novo ciclo planetário continuarão sua experiência encarnando em outro planeta que tenha uma vibração negativa de quarta densidade.

Para aqueles que entenderam e se lembraram de seu verdadeiro Eu, a civilização do medo será inundada e outra realidade se concretizará, são eles que permanecerão após a colheita, são eles que herdarão a Terra nova e livre com novos desafios a operar. Agora cabe a você escolher e trabalhar com essa escolha. A colheita terá um desenvolvimento muito peculiar, com duração e um propósito concreto. Um novo ciclo terreno se dará início a partir de 2026. O conhecimento humano esta bloqueado pela matriz tridimensional, temos poucas informações sobre quem somos e uma pequena apreciação de por que estamos aqui, vivendo essa experiência. Mas cada sabe no seu íntimo quem é o que faz vibrar consciência viva.

Gradativamente estamos conjuntamente com o planeta Terra passando por uma mudança de frequência dimensional. Esta mudança começou a operar em 2012 onde aqueles seres humanos que vieram para cumprir a missão do resgate planetário,  começaram a ser despertos de uma forma mais efetiva e a seguir e ancorar a nova elevação da frequência vibratória começando a assumir o conhecimento que anteriormente era impossível acessar. A partir de então começamos a nos tornar conscientes e a entender a nossa existência como parte de um todo, nos afastando de crenças antigas e assumindo a nossa realidade a partir de outra perspectiva o que nos levará a nossa missão de co-criarmos a nova Terra.

Sempre que a freqüência vibracional da Terra atinja um ponto crítico, ela mudará sua densidade e nós com ela.

Quando a Terra atingir esse ponto crítico, a colheita começará o que já está dando início neste ano de 2017.  A Terra passará por uma transformação completa, seus polos magnéticos vão mudar de local. Terremotos, erupções vulcânicas, furacões, tsunamis, serão o caminho para realizar sua transformação.  Tudo isso fará com que os continentes sofram grandes mudanças. Isso faz parte da limpeza planetária que escolhemos experienciar.  Não devemos ter medo desses eventos significando isso que ainda estamos apegados às manipulações tridimensionais e não estamos trabalhando no caminho certo. Este período da colheita (limpeza) durará aproximadamente três anos dando início em 2018 e atingindo o seu ápice em 2021. Neste período de limpeza o ser humano elevará sua frequência vibratória para que possa assumir a nova consciência planetária. Após a colheita, a densidade física dos corpos será mais sutil, a nossa civilização será completamente diferente, bem como seus valores e princípios. E  a base dos preceitos da nova Terra será o conhecimento e o amor incondicional. Uma vez que o planeta elevará sua vibração para os parâmetros da quinta dimensão, apenas as almas que têm um trabalho positivo por trás disso poderão retornar aqui como parcelas desfragmentadas de consciência ainda, mas com total consciência de quem são e o que estarão co-criando. O amor, compaixão, o perdão e a paz serão condições do novo ser em ascensão neste planeta.

Todos os que permanecerem já estão participando da missão de resgate planetário mencionado desde que a nossa consciência tem memória. As vidas governadas pelo materialismo e pelo dinheiro, por falsos egos e sentimentos possessivos, serão dissolvidos e desagregados das frequências do planeta sendo necessário que haja a separatividade para que o novo ser possa germinar em novas águas.

Devemos ter em mente que esta não é a primeira vez que isso acontece.

A colheita está dando inicio neste e em todos os planetas habitados neste quadrante do Universo,e muitas civilizações já passaram por este processo, incluindo a Terra. Esta poderosa energia está despertando e chamando-nos, e cabe a cada um de nós “responder o chamado” e embarcar na jornada do herói / guerreiro.

É a chamada para transcender as ilusões desta matriz oscilante, e atuarmos nos novos paradigmas a que desejamos e conquistamos; curar, perdoar, dar graças e amar incondicionalmente, a fim de nos esvaziarmos dos parâmetros tridimensionais permitirmos que essas energias superiores nos preencham.

Em outras palavras, temos que nos esvaziarmos do que não nos serve mais  e prepararmos para nos tornarmos condutores conscientes  de energias superiores em alinhamento com a vontade divina.

Agora é hora de nos alinharmos com a mudança.

Lembrem-se de quem vocês são..

Maiana lena, consciência unificada na missão de servir a luz!

Maiana Lena

Eu Sou Maiana Lena e manifesto-me a partir dos raios de amor e sabedoria para, neste momento, saudar cada um e trazer-lhes as bênçãos de celebração, independência, iniciação e felicidades. Saudações, Amados.

Artigos Relacionados