20

outubro

Maiana Lena

A influência da vibração do ano de 2017 gerará fenômenos além de nossa percepção consciente, mas que, no entanto ressoará em cada um de nós, ou seja, ela ecoará e influenciará alguma coisa em nossa psique ou mundo interior. Esta influencia fará com que desperte a nossa luz interior. Será o ano da clarividência e a fonte de todos os presentes! A nossa luz interior, nossas inspirações, nossos talentos interiores, nosso guia interior… 2017 mostrará dois caminhos. O caminho do espírito e o caminho da matéria. Ou se escolherá optar por concentrar seu destino em prazeres materiais e ambição pessoal ou pelo desenvolvimento pessoal e espiritual. Cada um terá o livre arbítrio de optar pelo caminho em que escolher trilhar e assumirá a sua escolha. Mesmo que não esteja consciente desta escolha cada um o fará. O ser humano a partir de agora deverá aprender a agir de acordo com sua vontade sobre a forma de sua existência. O ano de 2017 trará para os que estiverem preparados e despertos a possibilidade única da unificação da consciência, ou seja, cada parcela de alma reencarnada nesta terceira dimensão terá a oportunidade de se unificar com todos os seus “eus paralelos” vivendo em outras realidades tridimensionais tornando-se unificado com a sua essência monádica. Ano de revelações.

20

outubro

Maiana Lena

Para os habitantes da Terra e para a própria Terra é um momento de transição para um novo nível de consciência  que representa um salto quântico para a humanidade em um nível mais elevado de frequencia. Nesta transição de mudança de frequência dimensional  a luz se intensificará e  uma grande mudança ocorrerá para muitas pessoas assumindo os seus corpos e sua consciência uma nova vibração. Para entramos neste novo nível de frequencia, é necessário passarmos pelo “despertar de consciencia”. E para que ocorra este despertar será preciso integrar os nossos níveis inferiores em nosso corpo de luz. Devemos lembrar nossa verdadeira natureza multidimensional para que o nosso inconsciente, consciente e superconsciente seja capaz de fundir-se na consciência multidimensional, que é a nossa herança inata e nossa verdadeira fundação. Esta é uma época difícil para todos – muitos estão sofrendo e todos estão sentindo a intensidade das novas energias do novo estado dimensional em que se encontra o planeta ao mesmo tempo em que limpam aquilo que é velho e pesado e que já não se ajusta mais ao novo tempo em que nos encontramos. Doenças, medos e todos os tipos de questões ligadas à terceira dimensão, estão se apresentando agora para muitas almas evoluídas espiritualmente, capazes …

20

outubro

Maiana Lena

Somos seres multidimensionais vivendo em sincronicidade com todas as partes integrantes do nosso Eu Sou que se encontram vivendo em várias realidades paralelas. Quando nos deparamos com uma situação carmica devemos buscar transmutar o padrão kármico envolvido e dissolver as consequências que nos impõe restrições em várias áreas da nossa vida até obtermos o aprendizado necessário.  Ocorre que a maioria das pessoas não têm consciência que todos as partes integrantes da sua realidade tridimensional estão atuando ao mesmo tempo em realidades paralelas simultâneas a sua realidade sendo necessário buscar integrar estes níveis na consciência de cura para que todos os fragmentos de alma se consolidem na mesma consciência da unicidade de seus fragmentos em realidades superiores para que cumpram o propósito do aprendizado que a cada um compete experienciar aqui na tridimensionalidade. Na maioria das vezes os problemas que enfrentamos nesta realidade física são conseqüências das atitudes nocivas de níveis em outras realidades. Todas as doenças cármicas são conseqüências da nossa freqüência com níveis de consciência causadores do processo gerador da doença e limitação a nossa parte física encarnada aqui e agora. Assim, não basta curar a parte física através da medicina ortodoxa, é necessário curar a parte espiritual, mental ou emocional geradora do problema que …

20

outubro

Maiana Lena

A cura começa com a consciência. Quanto mais consciente você estiver dos mecanismos que estão por trás da culpa e do ressentimento, menos provável que você caia neles. No início, esta consciência pode ser dolorosa, como uma lâmpada subitamente acesa no escuro. Mas, à medida que você se acostuma a ver as coisas com a nova luz, irá preferi-la a tropeçar nelas no escuro. O segundo passo é parar de projetar a culpa NELES. Exceto quando criança, ou a menos que você tenha sido vítima de violência, se você foi uma vítima, você pode ter contribuído com a situação abdicando do seu poder, recusando tomar total responsabilidade por si mesmo. Faça uma lista com o nome das pessoas de quem tem profundo ressentimento ou pelas quais se sente culpado. Repense-as em maior profundidade, dando particular atenção às situações da infância e da adolescência. Escreva sobre cada uma separadamente e com mais detalhes, considerando as questões de poder e dependência. Considere como as suas ações e falhas de caráter contribuíram para criar esta situação. Pode ser uma falha de caráter a nível inconsciente trazido de outras encarnações. Como experiência, faça de conta que é a outra pessoa e escreva ou fale sobre o incidente do ponto de vista dela.